Teleassistência na pandemia
Compatilhe com amor

Teleassistência na pandemia. A SOSme registrou crescimento de 286% na busca por suas soluções de teleassistência, entre março e abril de 2020 sobre igual período de 2019. A empresa atribui este aumento ao isolamento social e à atenção das famílias com a saúde de quem está sozinho em casa, de modo especial idosos. Entre as soluções de teleassistência da SOSme está usado como pulseira ou pingente junto ao corpo, além de um console conectado na linha telefônica. Quando o botão SOS é acionado no dispositivo ou no console, é gerada uma chamada com a central de atendimento 24 horas da empresa, agilizando o socorro e a preservação da vida.

Teleassistência na pandemia

Qualidade de vida na terceira idade. Nos dias atuais, envelhecer não é coisa rara. Nosso país apresenta hoje uma expectativa de vida que vai além dos 71 anos de idade. Nessa idade, muitas pessoas enfrentam a solidão e problemas de saúde que fazem com que essa fase seja triste. Entretanto, envelhecer pode e deve ser prazeroso.

“Ter uma vida saudável!” Esta frase é a resposta para que a sua velhice seja realmente a melhor idade. Quando falamos em vida saudável, não estamos pensando apenas em exercícios e alimentação. É importante preocupar-se também com as relações sociais e com os fatores psicológicos.

Na terceira idade, a maioria das pessoas encontra-se aposentada, os filhos não moram mais na mesma casa e finalmente a pessoa pode descansar e aproveitar. A seguir, você verá algumas dicas para ajudar a viver melhor a terceira idade.

Primeiramente, sempre realize um check-up, pois a prevenção é o melhor remédio em qualquer idade. Lembre-se de que um diagnóstico precoce evita que doenças se compliquem e deixem sequelas.

Realize sempre exercícios físicos. Os exercícios fortalecem os músculos, além de diminuírem os riscos de doenças cardiovasculares. Procure formar grupos para realizar caminhadas ou exercícios. É cada dia mais comum ver, em praças e parques das grandes cidades, grupos de idosos que realizam exercícios, como caminhadas e alongamentos. A prática de exercícios ajuda o indivíduo a ficar cada dia mais independente, além de diminuir possíveis quedas.

Alguns problemas são agravados com o avanço da idade. Uma simples queda, por exemplo, pode se tornar algo perigoso, uma vez que uma doença comum entre idosos é a osteoporose. A falta de cálcio deixa os ossos fracos e aumenta as chances de fraturas.

Clique aqui e saiba mais


Compatilhe com amor

Comentários 0

Deixe seu comentário