idoso com dor
Compatilhe com amor

Idoso com dor: como melhorar o dia a dia do seu familiar

A prática de exercícios diários pode melhorar o quadro de dores no corpo

A dor do corpo pode ter consequências na qualidade de vida. Segundo um estudo desenvolvido na Universidade Estadual de Londrina (UEL), a dor pode levar a pessoa a desenvolver quadros de “depressão, incapacidade física e funcional, dependência, afastamento social, mudanças na sexualidade, alterações na dinâmica familiar, desequilíbrio econômico, desesperança, sentimento de morte e outros”. E o idoso com dor?

A educadora física Walkiria Gomes de Moraes explica que a dor no corpo é um processo normal, que pode acontecer independente da idade e por diversos fatores. Contudo, o idoso com dor, especificamente, é mais comum por conta do processo natural de envelhecimento, que pode causar uma diminuição de algumas funções do organismo, como a funcionalidade, enrijecimento de articulações e fatores que podem estar associados a doenças.

Principais mudanças no corpo que podem causar dor

Modificações morfológicas: são as modificações das nossas células. Elas passam a funcionar diferente, como a diminuição na sensibilidade em captar a glicose do sangue 

Idoso com dor: como melhorar o dia a dia do seu familiar

– Modificações funcionais: tais mudanças ocorrem no corpo, e podem alterar o desempenho dos órgãos, e até a funcionalidade para desenvolver atividades do dia a dia, como sentar-se e levantar-se, ou no equilíbrio

Confira aqui como podemos lhe proporcionar mais segurança na melhor idade, com o serviço de Teleassistência!
Clique Aqui!!
SOSme você nunca está sozinho, é uma solução inteligente para quem decidiu morar sozinho e sentir seguro, tranquilo e acompanhado 24 horas
Clique na imagem acima.

5 dicas de Walkiria para tratar do idoso com dor

1 – Alongue-se

O alongamento não precisa ser complexo, muito menos difícil. Ao acordar, na cama mesmo, faça alguns alongamentos antes de se levantar para fazer suas tarefas. Alongue-se durante o dia também.

2 – Faça alguma atividade física dentro de casa

Como caminhar durante um período de tempo.

3 – Evite ficar muito tempo sentado

Procure levantar a cada 1 hora e ficar em pé por no mínimo 15 minutos.

4 – Beba água

Ela ajuda no bom funcionamento do organismo, além de ser um dos componentes que vai produzir um líquido que lubrifica as articulações (líquido sinovial).

5 – Procure fazer exercícios que trabalhem a funcionalidade do seu corpo

Como pegar um copo de água e colocá-lo novamente onde estava, sentar no sofá ou na cadeira e levantar-se, entre outros

Idoso com dor: como melhorar o dia a dia do seu familiar

Walkiria alerta que o idoso não faça repetições de exercícios ou caminhe para além de suas condições físicas, pois o processo de melhorias no organismo com essas atividades vem com a constância da prática e não com o exagero. A dor no idoso deve ser tratada com o acompanhamento de médicos e profissionais de saúde especializados.

*Walkiria Gomes de Moraes é graduada em educação física pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), mestra em Ciências da saúde pela (UNIFESP), pesquisadora em esporte para pessoas com deficiência, e em exercício físico e envelhecimento além de especialista em atividade física, exercício físico e envelhecimento

Confira aqui como podemos lhe proporcionar mais segurança na melhor idade, com o serviço de Teleassistência!
Clique Aqui!!
SOSme você nunca está sozinho, é uma solução inteligente para quem decidiu morar sozinho e sentir seguro, tranquilo e acompanhado 24 horas
Clique na imagem acima.
Sobre a autora:

Madu

MADU é uma iniciativa do projeto Rede Bem Estar, realizado pelo Conselho Estadual do Idoso, em parceria com o Grupo Tellus, a Brasilprev e a Liga Solidária. Foi criada para potencializar a relação entre pessoas mais velhas, seus familiares e amigos além de compartilhar conteúdos sobre envelhecimento e velhice.


Compatilhe com amor

Comentários 0

Deixe seu comentário