Conceitos arraigados, modo de ver a vida e o próprio processo de envelhecer podem tornar o relacionamento com os idosos mais difícil por conta de seu comportamento diante de algumas situações.

Cabe a nós, mais jovens, termos em mente que eles dificilmente mudarão seu pensamento e comportamento nesta fase da vida. Portanto, temos que ser pacientes e seguir algumas dicas para aprendermos a lidar com eles da melhor maneira possível.

6 Dicas para lidar com o comportamento dos idosos

  1. Paciência

Esta é a dica mais importante para garantir um bom relacionamento e a manutenção da saúde mental, tanto sua quanto do idoso. Evita-se brigas e controla-se comportamentos.

Além da forma convicta de ver a vida, o idoso terá momentos de esquecimento e atitudes estranhas. Mas saiba que não vale a pena criar uma situação desgastante. O melhor é ignorar e procurar manter o bom relacionamento, mesmo que exija muita paciência.

  1. Não despreze a opinião do idoso

Quando se tratar de saúde, lazer e meio onde o idoso vive, considere a opinião que ele tem a respeito do assunto. Caso não tenha mais capacidade para tomar decisões, permita que ele participe dando a sua opinião diante de sugestões oferecidas por você. Assim ele se sentirá mais útil.

Mudanças de rotina podem ser difíceis para eles. Por isso, os motivos que determinam que uma modificação aconteça devem ser bem explicados. Permita que ele exponha seu pensamento e sentimentos a respeito. Desta forma, eles se sentem respeitados, evitando discussões.

  1. Incentivo

Com o avanço da idade, vêm as limitações e, consequentemente, a redução do gasto energético. Isto pode ser prejudicial, principalmente para aqueles que sempre foram bastante ativos.

É importante incentivar os idosos a realizarem atividades de que eles gostem e tenham capacidade para desempenhar. O convívio com outras pessoas e a socialização por meio de atividades físicas, lúdicas e artísticas contribuem muito para a manutenção da saúde e integridade física e mental.

  1. Cuidado com a agressividade

Lembre-se da primeira dica, paciência. Algumas doenças podem tornar o idoso mais agressivo. Procure controlar a si mesmo e o comportamento dele.

É importante identificar o que está gerando a agressividade. Se é alguma situação que o está incomodando ou alguma doença que interfere no comportamento.

  1. Cultive hábitos saudáveis

Para os idosos manter hábitos saudáveis é muito importante para a qualidade de vida, pois afastam doenças e proporcionam melhor funcionamento do corpo e mente. Participe e incentive o idoso a:

  • Manter uma alimentação saudável;

  • Praticar atividades que exercitem o corpo e a mente;

  • Manter o ambiente onde vive sempre limpo e organizado;

  • Ter momentos de lazer;

  • Manter rotinas de consultas médicas e uma boa administração dos medicamentos indicados.

  1. Garanta a segurança

Garantindo a segurança do idoso

Proporcionar segurança permite ao idoso que controle sua vida e que, dependendo da saúde, continue cuidando de suas atividades sozinho.

O sistema de monitoramento à distância garante que o idoso entre em contato com uma rede de apoio a distância, o que poderá o auxiliar em situações emergenciais.

Com o simples toque em um botão, uma central fará contato e prestará todo o auxílio necessário, permitindo identificar o problema e ajudar até que uma unidade ou alguém da família chegue até o idoso.

Com essas dicas, o relacionamento com o idoso certamente se tornará mais leve e feliz. Conheça a SOSme e proporcione mais segurança ao idoso.

 

Comentários 0

Deixe seu comentário